Primeiras atividades – Tempo de Bruços

bruços aos 2 mesesEssa postagem é a segunda de uma série de três sobre atividades com bebês de até dois meses. As outras duas falam sobre a Parentalidade e os Móbiles. Recapitulando um pouco a introdução anterior, tudo ao redor da criança nessa idade já é bastante para lidar, não precisamos acrescentar muito mais.

O “Tempo de Bruços” (tradução livre minha para a expressão em inglês “Tummy Time”) nada mais é do que colocar o bebê acordado por um tempo cada vez mais prolongado sobre o abdômen. O intuito é compensar o corpo da posição fetal, alongando aquelas regiões que passaram muito tempo contraídas, possibilitar que “malhe” os músculos das costas, pescoço, braços e pernas que serão os principais responsáveis para ganhar mobilidade.

foto 2Outro beneficio do “Tempo de Bruços” é prevenir a plagiocefalia posicional. Por ficar dentro da barriga na mesma posição por meses muitas crianças nascem com torcicolo congênito, foi o caso de Isa por exemplo. Isso causa uma tendência de a criança ficar com a cabeça virada sempre para o mesmo lado. Assim, um dos lados da região posterior fica mais tempo apoiado. Como a cabeça do bebê cresce muito rápido, ela vai acabar encontrando outras regiões para expandir, se encontrar alguma resistência.

Por questão de segurança relacionada à Síndrome da Morte Súbita, os pediatras atualmente recomendam que os bebês durmam de costas. Claro que seguimos isso à risca, mas o “Tempo de Bruços” não é nada perigoso para bebês saudáveis se você está atento ao bebê durante todo o tempo em que ele estiver nessa posição.

Alguns bebês podem não gostar muito do “Tempo de Bruços” no início, mas acredite, ganhar independência é tudo que ele mais quer. Isa não gostava muito e o que eu fazia para driblar isso era colocar ela sobre a cama ou sofá e me agachar diante dela para conversar. O que dizem os especialistas é: quanto antes você estabelecer a rotina do “Tempo de Bruços” com seu bebê, menos resistência terá. Não há contraindicação que seja feito desde o primeiro dia de vida.

foto 2

Esperava ela realmente começar a reclamar para tirá-la da posição e espontaneamente o tempo de permanência cada dia aumentava um pouco mais. Eu também cronometrava para saber se o tempo estava de fato aumentando, mas nunca estipulei metas.

O “Tempo de Bruços” foi uma atividade aqui em casa até Isa começar a engatinhar (#6meses). Aos poucos fui acrescentando coisas para ela fazer enquanto estava de bruços, o que ajudava que ficasse por mais tempo. Coloquei alguns exemplos nas fotos abaixo: colocando ela sobre a almofada de amamentação e olhando pro espelho, colocando objetos para ela manusear e até pintura. Essas ideias peguei com uma terapeuta ocupacional que tem um blog bem interessante CanDo Kiddo (esse é em inglês). Também é dela a sugestão da atividade do vídeo abaixo.

foto 4
Atualização em 08/05/2016
Desde que Vicente nasceu, tem sido importante aproveitar o tempo dele acordado não só para praticar o tempo de bruço, como interagir com a irmã 16 meses mais velha.  No vídeo abaixo fiz uma edição dessa variação entre irmãos.

4 comentários sobre “Primeiras atividades – Tempo de Bruços

  1. UAU! Que blog tão bom!!! Andava mesmo á procura de coisas assim! Há muito tempo que me interesso e aplico a metodologia de Maria Montessori no meu filho mais velho de 4 anos, mas agora precisava de ler outras coisas para aplicar ao novo membro da família, que fez ontem 3 meses!!! Boa boa!!!! Vou seguir e ficar atenta às ideias! Nunca são demais!!! 😘Beijinhos de Portugal!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s