Brincando de massinha com princípios Montessori

Massinha.capa1Toda criança adora massinha e, consequentemente, toda mãe adora massinha! As crianças ficam sentadas trabalhando por longos minutos e nós podemos fazer mil coisas, inclusive descansar observando-os. O aniversário de 3 anos da Pitchuca se aproxima e eu tinha colocado os brinquedos de massinha na minha lista de sugestão para aquelas pessoas mais próximas que sempre perguntam o que presentear, mas já mudei de ideia. Num desses dias de descanso/observação eu percebi como já temos todo kit necessário pra uma brincadeira aberta (em inglês oppen ended play). No texto falarei como temos usado a brincadeira de massinha seguindo os princípios Montessori e porque não acho que mais utensílios iriam contribuir.

Ainda que massinha não seja um material do método Montessori, ela é encontrada em escolas e casas que seguem o método porque podemos usar seus princípios para obter o máximo de proveito:

  • concentração
  • senso de ordem
  • independência
  • criatividade
  • refinamento sensorial e coordenação

Começando pela primeira e mais importante, a massinha é uma atividade que favorece a concentração das crianças. Isso toda mãe já pôde observar em casa. Só precisamos respeitar o momento e controlar nossos impulsos de falar e dirigir a atividade. Falei nessa postagem sobre a importância do silêncio e da concentração.

A criança que se concentra2.png

Para que qualquer atividade desenvolva o senso de ordem nas crianças, especialmente as pequenas, elas devem ser simples. Fica mais fácil ordenar poucos itens para brincar e para guardar ao final. Facilita, também, o ordenamento mental da criança se os itens estiverem separados por categorias. Aqui em casa eu troquei as duas mochilinhas que vieram com as massinhas por tupperwares e uma caixa grande. Eu organizei em 3 categorias: utensílios (faca, rolo, etc), forminhas, e extrusor.

IMG_4621-1.jpg

Depois organizei juntamente as massinhas numa caixa grande.

IMG_4620-1.jpg

O processo dessa organização foi feito com as crianças. Aproveitamos para limpar todos os utensílios numa farrinha no banho.

IMG_4576-1.jpg

Depois da organização eu estou mais tendenciosa a doar algumas formas e carimbos do que pedir brinquedos similares.

Como estou buscando apoiar a independência no brincar, não é coerente dar-lhes brinquedos que elas dependam de mim para montar ou executar. Torres de cupcakes, salões de beleza e outros kits estão por hora descartados.

O motivo principal de ter optado por não querer esses brinquedos de massinha temáticos (cupcake, sorvete, pizza e personagens) é porque limita a criatividade da criança. Quando ela recebe um brinquedo que tudo (nome, caixa, aparatos) lhe direciona para brincar de uma determinada forma, é mais difícil que se permita fugir daquela proposta. Com apenas a massinha é possível fazer todos esses itens e muitos outros. Quando eles pegam essa caixa com utensílios genéricos a brincadeira pode começar sendo comida, depois relógio, depois roupa de boneca e mil outras coisas. Na maioria das escolas e casas Montessori em que há massinha, ela está na parte das artes.

“Estamos limitando a criatividade dos nossos filhos abarrotando eles de escolha? Ao dar-lhes muito? Ao ditar como eles vão brincar? Otis ainda é tão jovem. Tanto para explorar. How we Montessori (livre tradução Marina Barral)

Para o refinamento sensorial e coordenação a massinha é boa especialmente para mim que sou mãe de duas crianças com idades diferentes. Cada um sente necessidade de desenvolver movimentos diferentes e eles podem escolher com as opções de utensílios que temos qual sentem vontade de usar e ainda assim estarem na mesma brincadeira. O pequeno de 1,5 ano tem treinado muito o movimento de cortar e espetar. Eventualmente também a carretilha. Já a mais velha, de quase 3 anos, que tem esses movimentos bem dominados, vem optando por usar o extrusor. Há um mês ficou muito feliz de ter conseguido fazer o movimento sozinha.

As atividades de preparação de alimentos são uma parte importante do método Montessori. A massinha ajuda a desenvolver muitas das mesmas habilidades que as atividades de preparação de alimentos exige. Ainda dá para ter seu filho ajudando na preparação caseira da massinha e será outra ótima atividade inspirada em Montessori.

 

4 comentários sobre “Brincando de massinha com princípios Montessori

  1. Minha filha também tem 1,5 ano e nunca tinha pensado em dar massinha pra ela brincar. Obrigada, adorei a sugestão. Mas queria perguntar outra coisa, sobre esses círculos no chão do box do banheiro, ainda não achei uma boa solução para a hora do banho (para não escorregar). Obrigada!

    Curtir

  2. Minha filha,1ano e 8, adora brincar com massinha, mas ela sempre coloca na boca e acaba engolindo, você passou por isso? Alguma dica para evitar esse tipo de coisa?

    Curtir

    • Se ela gosta de brincar de massinha e eventualmente coloca na boca então é bom você usar a massinha caseira (feita com farinha de trigo, são, óleo). É tranquilo se ela comer um pouco. Mas se ela só quer colocar na boca então o melhor dar um tempo na massinha e voltar a apresentar depois.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s